Peru

POR QUE PERU?

O Peru conserva a História da grande civilização Inca refletida na antiga capital inca Cuzco, na cidade perdida de Machu Picchu e no Lago Titicaca. O país tem uma diversidade geográfica assinalável, desde os Andes com montanhas e glaciares de grande beleza, onde os habitantes locais ainda conservam o seu modo de vida ancestral e falam o quéchua, passando pela floresta amazônica com uma grande biodiversidade, até aos desertos do litoral onde predominam as dunas e as cidades pisca tórias.

O Peru tem fronteiras com o Equador, a Colômbia, o Brasil, a Bolívia e o Chile com uma área aproximada de 1 milhão e 300 mil km e uma população de 25 milhões de habitantes. O país encontra-se dividido em três regiões distintas: a costa do Pacifico que inclui a capital Lima, a cordilheira dos Andes e a selva tropical próxima da fronteira com o Brasil.

As principais atrações do país são o patrimônio arqueológico da cultura pré-colombiana, as construções do Império Inca, a arquitetura colonial e os recursos naturais. Para usufruir em pleno do país necessita apenas ter espírito curioso, interesse pela paisagem, pela cultura e pela História.

Puno é o ponto para visitar o Lago Titicaca. Este lago encontra-se a cerca de 3820 metros de altitude com 170 km de largura, sendo o maior da América do Sul e a mais elevada represa navegável do mundo. O lago Titicaca, partilhado com a Bolívia, é considerado o berço da civilização Inca.

A partir de Puno pode realizar diversos passeios de barco, admirar os rebanhos de alpacas e lhamas e conhecer as tradições locais e danças folclóricas da região.

A cidade de Cuzco é uma das capitais arqueológicas e cidades mais antigas do continente americano. É um ponto turístico obrigatório onde pode apreciar o legado do império inca. A cidade de Cuzco preserva ainda vestígios do passado notável exposta nas suas ruas, nas ruínas de Sacsayhuamán, Qenko, Puca Púcara e Tambo Machay. Foi a partir de Cuzco que o Império Inca se expandiu para outros territórios que atualmente formam o Peru, a Colômbia, o Equador, o Chile e o Norte da Argentina.

Para além dos vestígios do Império Inca pode ainda apreciar alguns exemplos de arquitetura colonial, como a catedral e a igreja de La Merced e visitar o Museu da Arqueologia que possui peças diversas em metal, ouro, joalharia e cerâmica.

O Oeste de Cuzco situa-se Machu Picchu (“velha montanha” em quéchua). A cidade perdida dos Incas, com a sua aura de grandeza e mistério, declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO, situa-se a 2400 metros de altitude no vale do rio Urubamba. A cidade foi construída no século XV e apenas foi descoberta em 1911 pelo antropólogo norte-americano Hiram Bingham.

A área edificada em Machu Picchu tem cerca de 500 metros de comprimento por 200 metros de largura dividida, na área agrícola formada por terrenos de cultivo e na área urbana constituída pelo Templo do Sol, a Residência Real, o Templo das Três Janelas e o Templo Principal, entre outras edificações.